As origens otomanas de Mostar, as suas maravilhosas mesquitas em pedra e os edifícios em estilo oriental fazem deste lugar uma cidade rica, com uma atmosfera mágica e poética. Depois da guerra conseguiram reconstruir laboriosamente esta cidade, que hoje é símbolo de paz e renascimento da Bósnia. O seu centro histórico é um dos mais animados e coloridos do mundo. Os restaurantes oferecem experiências gastronômicas surpreendentes, começando do pesce local, passando para as carnes ótimas e sem esquecer dos queijos excelentes. Aconselhamos passar pelo menos uma noite aqui, para viver uma experiência completa. Depois do pôr do sol, quando os turistas vão embora e a cidade se esvazia, nesse momento Mostar nos oferece todo o seu esplendor. Aproximando da noite, as luzes fracas das casas se acendem, as fragrâncias dos restaurantes se propagam no ar e se pode escutar no silêncio das estradas os cantos dos Meuzim vir dos minaretes para convidar os crentes para a oração.

Mostar, Bósnia
Mostar, Bosnia

 O Stari Most é a velha ponte de Mostar, inclusive “stari most” significa ponte velha, é o monumento mais característico desta pequena vila. Mostari significa “guardiões da ponte” e se refere às duas torres laterais. Caminhando pela margem oriental do rio chegamos na frente desta maravilha e ficamos sem palavras pela imponente elegância deste lindo arco em pedra branca, suspenso a uma altura de 25 metros nas águas azuis do rio Neretva. Construído em 1557 por Solimano o Magnífico. Esta ponte era usada já no século XVII para competição de mergulhos, as competições  acontecem até hoje. Em 1993 a ponte foi destruída pelos bombardeamentos do exército croata na guerra dos Balcãs. Felizmente a ponte foi totalmente reconstruída e reaberta em 2004. Nos dias de verão podemos nos refrescar nas águas límpidas do rio. 

Ponte Stari Most

 A ponte torta, Kriva Cuprija é menos conhecida mas muito mais encantadora. Esta pequena ponte de pedra branca tem a mesma estrutura de Stari Most, mesmo sendo construída na época anterior e localizada no rio Radobalja a 150 metros do rio Neretva. Uma lenda conta que Kriva Cuprija foi o modelo que inspirou a construção de Stari Most, sendo assim o monumento arquitetônico intacto mais antigo do período otomano. Um passeio nesta pequena ponte nos permite explorar uma zona mais íntima e também mais pitoresca, com pequenas casinhas brancas e restaurantes típicos, tudo com o som das águas do rio fluindo.

Ponte Kriva Cuprija

 Nomeado pela UNESCO Patrimônio Mundial da Humanidade, o coração desta vila se encontra no cênico e colorido centro histórico. Animado todas as horas do dia por turistas que passeiam pelas ruas em pedras redondas e pontilhadas por lojas típicas de souvenirs. Aqui encontramos o bairro mais sugestivo da cidade, Kujundziluk é um bairro musulmano que fica no lado esquerdo da Ponte Velha. quando entramos parece de estar em um verdadeiro bazar oriental, composto de cerca 500 lojas da época otomana, onde podemos admirar pashminas, bolsas, pulseiras, lâmpadas de vidro colorido, narguiles, tapetes, cafeteiras bósnias, objetos em bronze, artefatos de couro, tecidos e produtos artesanais. Mas não é tudo! Sobre o “caminho do ouro”, é conhecido assim o caminho principal do bairro, se sucedem edifícios de culto pertencentes a várias religiões como mesquitas, sinagogas e igrejas, que revelam a multiculturalidade de Mostar. Aqui todos convivem pacificamente, hoje como nos séculos atrás.

Lojas centro historico
Mostar, Bosnia

 A mesquita Koski Mehmed Paša é uma visita obrigatória do centro histórico, foi construída em 1617 inteiramente em pedra branca com a cúpula azul, as quais representam a paisagem arquitetônica da cidade. Esta mesquita foi reestruturada várias vezes sem nunca ser alterado o seu aspecto original. Na frente da mesquita se encontra a fonte para as abluções. Como todas as mesquitas bósnias este edifício é muito sóbrio, ceje nas decorações que no arrendamento. Mehmed Paša é muito frequentada pelos habitantes da cidade. A característica desta mesquita é que subindo pelas escadas estreitas podemos subir em cima do minarete. Dessa posição podemos admirar o mais lindo panorama do centro histórico de Mostar, este é um panorama inédito, se veem os tetos em pedras das casas otomanas, o Stari Most com as suas duas torres e as águas azuis do rio Neretva.

Mesquita Koski Mehmed Paša
Mesquita Koski Mehmed Paša

 A residência Bišćevića Ćošak è uma autêntica casa otomana construída 350 anos atras, se encontra na parte oriental da cidade. Hoje é um museu para se visitar. Na pequena casa situada no andar de cima se entra de pés descalços subindo por uma escadinha em madeira. O ambiente é vivamente mobiliado, com típicos tapetes orientais, quartos decorados e móveis de madeira incrustados. O chão do pátio é de pedrinhas, mobiliado com bancos, mesas e cadeiras baixas, parecendo uma cafeteria otomana. Podemos sentar e pedir um café turco ou um chá e relaxar.

Residência Bišćevića Ćošak

Uma viagem em Mostar significa fazer uma viagem no tempo.

Deixe o seu Comentário